Um verde de hoje, um pálido de ontem

Na linha dos meus dentes
há uma porta de cuidados.

Nas palavras que digo há
um musgo das que calo.

Folhas caducas
são verdes

[menos pela memória das de ontem
e mais pelo adubo que das novas são].

Anúncios

Uma resposta to “Um verde de hoje, um pálido de ontem”

  1. C. Says:

    verde-água banquinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: